O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Whatsapp e sua nova política de privacidade

0

O WhatsApp começou a exibir para seus usuários a nova política de privacidade do aplicativo. Em meio as mudanças, a obrigatoriedade do compartilhamento de dados do usuário com Facebook, Instagram e Messenger.  

O WhatsApp passou a notificar seus usuários de que a atualização dos seus termos de serviço e de sua política de privacidade entrará em vigor a partir do dia 8 de fevereiro e que só poderá continuar usando o aplicativo quem aceitar as mudanças.

Quem não concordar com a mudança, conforme a notificação enviada pela plataforma, é convidado a apagar o aplicativo e desativar a conta.

“Todos os usuários devem aceitar as novas condições se quiserem continuar usando o WhatsApp”

Porta voz do Facebook, via AFP

A mensagem divulgada pelo aplicativo diz que as mudanças envolvem atualizações importantes sobre “como tratamos seus dados”, “como as empresas podem usar os serviços de hospedagem do Facebook para armazenar e gerenciar suas conversas no WhatsApp” e “como a nossa parceria com o Facebook possibilita a oferta de integrações entre os Produtos das Empresas do Facebook”.

PUBLICIDADE

Ainda não se sabe como esses dados serão compartilhados, mas ambas empresas divulgaram quais dados poderão ser compartilhados entre as plataformas. Entre as informações que serão compartilhadas estarão os dados do perfil, mas não o conteúdo das mensagens, que seguem criptografadas – garantindo a segurança do conteúdo da conversa.

whatsapp
Getty Images

Quais dados serão compartilhados?

Em sua plataforma, o WhatsApp detalha a gama de informações que podem ser disponibilizadas a outras empresas do grupo: número de telefone e outros dados que constem no registro (como o nome); informações sobre o telefone, incluindo a marca, modelo e a empresa de telefonia móvel; o número de IP, que indica a localização da conexão à internet; qualquer pagamento ou transação financeira realizada através do WhatsApp.

Também podem ser compartilhados números de contatos, atualizações de status, dados sobre a atividade do usuário no aplicativo (como tempo de uso ou o momento em que ele está online), foto de perfil, entre outros.

Qual o motivo dessa alteração na politica de privacidade?

As mudanças na política de privacidade de informações será de cunho comercial, para integrar as contas comerciais da plataforma e melhorar o trato de informações para gerenciamento e direcionamento de marketing.

Segundo o Facebook, o compartilhamento de dados serão apenas para conversas iniciadas com empresas que utilizam uma conta comercial da plataforma. Essas contas comerciais serão batizadas de provedores de solução. Esse recurso é uma maneira das empresas lerem, armazenarem e gerenciarem as mensagens recebidas de clientes. Esse é o cerne dos novos termos.  

A partir de agora, o Facebook será como um provedor de soluções para algumas contas empresariais. De acordo com o próprio WhatsApp, essa ferramenta ajuda a fornecer o necessário “para enviar e receber mensagens. Alguns dos serviços fornecidos por esses provedores de soluções incluem ler, armazenar e responder a mensagens em nome da empresa”. 

As empresas poderão usar esses dados para melhorar o direcionamento de anúncios, com base em sua própria política de privacidade. Isso é possível porque esses empreendedores terão a opção de armazenar essas informações para melhorar seu direcionamento de marketing.

“Algumas empresas poderão escolher o Facebook, empresa controladora do WhatsApp, para armazenar e responder a mensagens de clientes de maneira segura. O Facebook não usará automaticamente suas mensagens para exibir os anúncios direcionados que você vê, mas as empresas poderão usar as conversas com você para fins de marketing, incluindo anúncios no Facebook”, diz a rede social em uma postagem explicando o conceito de provedor de soluções. 

Para saber se uma conta comercial utiliza o Facebook como provedor de soluções, uma mensagem será exibida toda vez que um chat for iniciado pela primeira vez com alguma empresa. Caso os usuários não confiem na prática, é possível interromper a conversa a qualquer momento.

O que mudou de fato?

O que aconteceu agora é que o Facebook irá intensificar sua integração com o WhatsApp para que empresas que vendem serviços e produtos em suas redes sociais possam cada vez mais usar suas contas comerciais no aplicativo de conversa para interagir e fazer negócios com os usuários, inclusive viabilizando pagamentos e compras diretamente nesse canal.

Além disso, a rede social vai passar a vender um serviço para empresas com grande volume de mensagens gerenciarem as conversas realizadas com os consumidores pelo WhatsApp.

PUBLICIDADE

Com isso, foi pedido um novo consentimento dos usuários para permitir que seus dados sejam compartilhados também nesses novos modos de uso do WhatsApp, por meio de contas comerciais (WhatsApp Business).

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

quinze + doze =