O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Terroristas invadem Brasília e repetem capitólio.

0

Terroristas invadem Brasília e criminosos replicam invasão ao Capitólio americano.

Neste domingo (8), terroristas enfrentaram os bloqueios policiais e invadiram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e a sede do STF.

O ato terrorista replica o episódio do capitólio americano que se deu em Janeiro de 2021, após a derrota do líder de extrema-direita Donald Trump nas eleições.

Os terroristas tupiniquins atacaram primeiro o prédio do Congresso enfrentando os policiais que mantinham bloqueios na área.

Subiram a rampa do Congresso e, em seguida, tomaram as famosas cúpulas. Eles também quebraram a vidraça do Salão Nobre do prédio e conseguiram entrar no Congresso Nacional.

PUBLICIDADE

Terroristas invadem Brasília e repetem capitólio.
Foto: Reprodução Globonews

Após a tomada do Congresso, um grupo menor também se dirigiu ao Palácio do Planalto, sede do governo federal, e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

No Palácio do Planalto, os bolsonaristas radicais chegaram até o quarto andar e depredaram a sede do Poder Executivo.

No Supremo Tribunal Federal (STF), os golpistas quebraram vidros da fachada e entraram no prédio.

Foto: Adriano Machado/ Reuters

A falta de prevenção por parte da polícia militar do DF foi criticada por diversas autoridades, que alegam conivência e omissão do governador Ibaneis Rocha.

O governo do DF sabia da chegada de cem ônibus em Brasília neste fim de semana, com mais de 4 mil bolsonaristas radicais chegando na capital, e o efetivo montado pelo governador do DF foi aquém do necessário.

Intervenção Federal

Visto a incapacidade de conter os atos terroristas por parte do governo do Distrito Federal, membros do governo federal, do congresso e ministros do STF defendem uma intervenção Federal na segurança do DF para acabar com a invasão e restaurar a ordem no local.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, decretou intervenção Federal na segurança do DF até o fim de Janeiro.

O interventor vai ser Ricardo Garcia, secretário-executivo do Ministério da Justiça.

“O objetivo da intervenção é pôr termo a grave comprometimento da ordem pública no Estado no Distrito Federal, marcada por atos de violência e invasão a prédios públicos”, diz o decreto lido por Lula.

Lula deu uma coletiva para falar do decreto em Araraquara, no interior de São Paulo, para onde viajou no início da manhã para ver efeitos das intensas chuvas na cidade.

Lula também disse que os terroristas envolvidos no ataque à democracia neste domingo devem ter “punição exemplar”.

“Se houve omissão de alguém do governo federal que facilitou isso, também será punido”, continuou o presidente.

Luiz Inácio Lula da Silva

PUBLICIDADE

O que pensa o Jornal?

A maneira como as autoridades enfrentaram os atos golpistas, que desde as eleições estão em frente aos quartéis do Exército Brasileiro, fechando rodovias e atacando a democracia, tem ar de conivência e certo desdém.

Tal conivência foi dando aos terroristas a impressão de que pode-se tudo, visto a falta de ação por parte das autoridades. O embasamento dos golpistas é tão surreal que nos faz tratá-los como inimputáveis, o que estão longe de ser.

É necessário analisar o método que os terroristas utilizaram para fomentar os atos – método que a extrema-direita tem utilizado pelo mundo a fora.

Primeiro foi necessário atacar a imprensa profissional e as instituições democráticas, desacreditando-as perante a claque bolsonarista, propensa a acreditar nas mentiras.

Segundo, criar uma rede de informações paralela, responsável por disseminar mentiras e opiniões extremistas, insuflando os antidemocráticos.

Após instaurar a mentira como verdade paralela e criar notícias falsas encorajando constantemente os golpistas durante esses meses pós eleição, era questão de tempo para que através de financiamentos por parte de empresários bolsonaristas e o silêncio do ex-presidente diante os fatos, os terroristas entrassem em ação, repetindo o terrorismo doméstico que resultou na invasão ao capitólio americano.

É urgente a necessidade de acabar com os atos golpistas que tem pautados a intervenção militar, fechamento do congresso e STF.

Eles não são tresloucados, eles tem método e maneira de agir, tratá-los como inimputáveis é um erro. Eles são terroristas.

Read in English 🇬🇧

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

três + quinze =