O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Sarney, é você?

0

Paulo Guedes pede para setor de supermercados congelar os preços dos produtos. Fala de ministro relembra Sarney, confira.

Durante live semanal, o atual ministro da economia, Paulo Guedes pede para que representantes de supermercados do país congelem os preços nas prateleiras até 2023. Ao lado de Jair Bolsonaro, ele participava de um evento com empresários do setor.

“Nova tabela de preços, só em 2023. Trava o preço. Vamos parar de aumentar aí, dois, três meses. Nós estamos em uma hora decisiva para o Brasil”, afirmou o ministro.

Parece piada, mas aconteceu.

Nunca é demais relembrar que as eleições são daqui a quatro meses.

PUBLICIDADE

A cena é a chancela da incompetência de um governo que não sabe o que fazer, e que reflete um presidente perdido e desesperado pela reeleição.

Fala de Guedes escancara a falta de capacidade em elaborar um plano econômico eficaz para combater a inflação e a fome que seguem crescendo no país.

Hoje, Paulo Guedes nos lembrou José Sarney.

Em 1986, com o lançamento do plano Cruzado, o então presidente José Sarney em uma medida desesperada congelou os preços dos produtos na tentativa de combater a inflação. Na época surgiram os fiscais do Sarney.

Sarney, é você?
Bóton da campanha “Eu sou fiscal do Sarney”. Brasil, 1986.

Os fiscais do Sarney eram cidadãos comuns, consumidores que atuavam como vigilantes dos preços do comércio. Ficava aos brasileiros a tarefa de fiscalizar os preços que estavam sendo praticados no comércio, especialmente nos supermercados.

Soa mediocridade e terceirização dos problemas do país um pedido destes vindo de um governante. Demonstra a incapacidade total do atual governo em se manter. É o carimbo do óbvio, do patético.

Enquanto Bolsonaro e o “gênio” das análises furadas estão desesperados por uma reeleição, mais de 33 milhões de brasileiros estão na fila da fome. É o que mostra o segundo Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, divulgado nesta quarta-feira, 08.

Os caminhos escolhidos pelo governo para a política econômica e a gestão inconsequente, negligente e desarticulada da pandemia só nos levaram ao aumento da desigualdade social e da fome no nosso país.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

cinco × 2 =