O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

O que são Criptomoedas, como funcionam e como comprar bitcoin?

0

O que são Criptomoedas? Criptomoedas nada mais são que moedas digitais que utilizam a criptografia para proteger seus dados, criar novas unidades e confirmar suas transações. Tudo isso é feito de maneira descentralizada através de cálculos realizados por supercomputadores interligados em rede.

Já é um investidor, conhece seu perfil de investidor e busca ampliar e diversificar seus investimentos, mas não entende muito bem o que são criptomoedas? O mercado das Criptomoedas é atraente para os investidores mais arrojados, porém aparenta ser algo complicado e cheio de incertezas, mas não é. Vamos descomplicar e aprender?

Existem cerca de cinco mil tipos de Criptomoedas disponíveis no mercado digital, mas o exemplo mais conhecido é a Bitcoin (BTC).

Além do fato de serem completamente virtuais, suas transações são feitas de maneira descentralizada, além do anonimato nas transações oferecem baixo custo por transação.

Que as Criptomoedas são a representação do mercado financeiro no mundo virtual, ninguém discorda, porém elas abrangem muito mais que o simples fato da digitalização bancaria, ela transformou a maneira de negociação e reforçou a segurança bancaria.

PUBLICIDADE

O que são Criptomoedas
O que são criptomoedas – imagem de Órama investimentos


O que são Criptomoedas e como funcionam?

O Bitcoin é a mais conhecida das Criptomoedas, ele funciona como a maioria delas. Criptomoedas são uma espécie de “dinheiro da internet” e conta com uma carteira virtual, além de um site específico para realizar as transações comerciais. O Bitcoin (BTC), como já sabemos é a criptomoeda mais conhecida, e por essa razão os termos criptomoeda e bitcoin se misturam. O termo bitcoin também se refere ao software utilizado para a criação e controle da moeda.

O nome bit não faz referência a byte, como muitos podem pensar, mas sim a uma rede de compartilhamento ponto a ponto (P2P), chamada de BitTorrent, em que cada usuário é anônimo e possui o mesmo valor. 


Como comprar Criptomoedas?

“Poxa, achei interessante o mercado digital das Criptomoedas e quero adquirir Bitcoins. Como eu faço?”

Independente do seu objetivo, seja para investimento, compras ou apenas por curiosidade, o usuário antes de qualquer coisa precisa criar a sua carteira virtual. Ela funciona como uma espécie de ponto virtual onde todos os bitcoins ficam armazenados, categorizando um tipo de conta bancária livre de taxas e impostos. Essa carteira só pode ser criada no site oficial da blockchain (cadeia de blocos).

Cada unidade possui uma numeração específica, protegida por criptografia para evitar fraudes ou golpes, como a cópia ou duplicação de moedas, além de falsas transações e outros tipos de crimes, há um poderoso sistema de segurança e controle.

Basicamente, quando há uma troca comercial entre duas carteiras virtuais, ela é publicada no site da blockchain em forma de código, que é verificado por softwares específicos voltados para essa função.

Para que uma pessoa obtenha bitcoins, ela pode fazer uma transação comercial, recebendo a moeda virtual em troca de serviços ou produtos, como uma negociação comum.

 Outro método é por comprar diretamente bitcoins, trocando as moedas oficiais (real, dólar, euro) de acordo com a cotação de mercado – Quanto mais caro for o bitcoin, mais dinheiro você precisará desembolsar para adquiri-lo.

Esse processo poderá ser feito somente no próprio site da blockchain, o mesmo da carteira virtual, além de caixas eletrônicos criados para isso, o que não existe no Brasil.

Vantagens e desvantagens da moeda digital

Ironicamente, para todas escolhas existem os dois lados da moeda e as Criptomoedas não fogem dessa máxima.

PUBLICIDADE

Entre as vantagens do bitcoin, podemos citar a falta de um governo ou Banco Central para controlar taxas e alterar o funcionamento da moeda e o baixo número de transações. O anonimato nas transações também é uma das vantagens da criptomoeda, mas a vantagem mais atraente é de prometer ganhos superiores ao do Mercado Bovespa.

Grandes empresas, como WordPress, DELL e Soundcloud, já aceitam pagamento com criptomoeda

Entre as desvantagens do bitcoin, destacam-se a instabilidade da moeda, que hoje pode valer muito e amanhã nem tanto, o seu risco em termos de segurança, principalmente no seu uso indiscriminado em atividades ilícitas, facilitando lavagens de dinheiro.

Independentemente de suas vantagens e riscos, o bitcoin vem crescendo substancialmente nos últimos anos, embora vários governos não reconheçam o seu uso. Inclusive existem alguns governos que se posicionam totalmente contrários a esse tipo de prática, a exemplo da Rússia.

A criptomoeda no mercado brasileiro

No Brasil, com o crescimento dessa moeda alternativa – que é vista oficialmente como um tipo de ação, e não como moeda propriamente dita – existe um estudo para garantir que elas sejam incluídas no sistema de declaração do imposto de renda.

Hoje no Brasil, o mercado das criptomoedas é chamado de ecoins, e uma das principais plataformas de negociação é a NovaDAX. Para realizar a compra é simples, basta criar uma conta gratuitamente e informar o valor em reais ou a quantidade de moedas virtuais desejada para comprar ou vender.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

três × 4 =