O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Morre brasileiro voluntário da vacina de Oxford.

0

Morre brasileiro que foi voluntário para a vacina de Oxford. Voluntário tinha 28 anos, era médico e atuava em hospitais de campanha.

A vacina que está sendo produzida pela universidade de Oxford junto ao laboratório Astrazaneca, já havia sido paralisada antes por efeito adverso em voluntário.

A Anvisa confirmou a morte do voluntario brasileiro, mas não pode informar se ele tomou a vacina ou o placebo, visto o comprometimento do estudo.

Segundo informações, o voluntário tomou a dose em julho, adoeceu em setembro e faleceu agora, em outubro. Por enquanto não existem mais informações.

Vacina de oxford
Foto: Getty Images

PUBLICIDADE

Notícia surge após Jair Bolsonaro politizar a vacina produzida pelo Instituto Butantan e dizer que não irá comprar as doses produzidas pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac.

A fala de Bolsonaro ocorre após o ministério da saúde confirmar na noite anterior o acordo com o instituto Butantan para a distribuição nacional da Coronavac. Bolsonaro contradiz seu próprio governo e gera muita desconfiança na população.

O que pensa o Jornal

Bolsonaro mais uma vez causa constrangimento e demonstra sua baixa capacidade intelectual e sua repulsa pela vida.

A vacina obviamente precisa ser aprovada pela Anvisa para ser distribuída, Bolsonaro se esquece que comprou diversas doses da vacina de Oxford sem o término da fase de testes. Ele se contradiz a todo momento e politiza uma vacina que está em melhor condições de ser aprovada.

Ao atender seus poucos apoiadores, Bolsonaro confirma sua incapacidade mental e sua feição pela morte.

Vivemos uma segunda onda de imbecialidade. A primeira foi a revolta da vacina, a segunda é o bolsonarismo.

O Brasil virou Bolsaquistão, uma republiqueta de negacionistas e politiqueiros que vivem numa guerra fria inexistente. Triste o fim de um país que já foi potência mundial.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

nove + 2 =