O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Já vi Cabaré mais organizado

1

O descompasso, a desorganização e o bate cabeça do governo Bolsonaro é nítido! Disso ninguém discorda, quem discorda não vê noticiário.

É um tal de manda e desmanda, um tal de toma lá da cá, um tal de depoimento que contradiz depoimentos anteriores, um tal de mudança de rumo, ou melhor falta de rumo; Sem falar no vídeo da gravação ministerial, que já estão chamando de uma Video Cassetadas!

Já vi Cabaré mais organizado
Imagem retirada da página Vídeo Cassetadas do Facebook

O último episódio foi do ministro Nelson Teich, que soube através de jornalistas, durante sua entrevista coletiva, que o presidente decidiu colocar salão de beleza e academia como atividade essencial.

Oras…em plena expansão da Pandemia, colapso, mais de 11 mil mortos pela doença, Lockdown sendo decretado em diversos estados; o presidente pra afrontar de maneira infantil as entidades de saúde e governadores quer reabrir esse tipo de atividade. O ministro da saúde ficou com cara de “ué” frente às câmeras, seria cômico se não fosse trágico. Dias antes, Teich alegou que recomendaria Lockdown para alguns locais.

PUBLICIDADE

Outro episódio Tragicômico foi o de Alexandre Ramagem, que ao depor na PF alegou não ser amigo da família Bolsonaro. Contrariando fotos em festas, falas do presidente dizendo que comiam pão com leite condensado juntos…

A vontade de rir é grande, mas a de chorar é maior.

O presidente já disse em público que queria trocar o comando da PF, confessou que queria alguém íntimo. Moro deixou o governo por esse motivo e alegou interferência política. Porém, temos Augusto Aras, o Procurador Geral da República que é alinhado com Bolsonaro. Eu já prevejo Pizza!

“Nem o PT fez isso” (Sérgio Moro).

O romance de Bolsonaro com o Centrão está concretizado. Ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, se reuniu nesta segunda-feira (11), por meio de videoconferência, com líderes de partidos na Câmara para alinhar uma pauta de projetos que considera prioritários (gravem o prioritários pois já digo quais foram os projetos) e não tem relação com o enfrentamento da Covid-19.

Segundo parlamentares presentes na conversa, a reunião contou com a presença de líderes do PSD, PSC, Avante, Solidariedade, MDB, DEM, além dos deputados Arthur Lira, do PP, Wellignton Roberto, do PR e Jhonantan de Jesus, do Republicanos. Essas siglas tem conseguido emplacar nomeações de indicados em cargos públicos. O famoso toma lá da cá, tão criticado e usado como discurso eleitoreiro, desonesto.

Agora vou contar os projetos prioritários para o Governo em meio á milhares de mortes, não chorem!

Foram  listados ao menos dez projetos de lei que  o governo gostaria de aprovar até junho, entre eles mudanças no Código de Trânsito brasileiro — ampliando, por exemplo, o limite de pontos necessários para suspender a habilitação; e ainda a Lei de Falências, com regras para recuperação judicial de empresas, além de projeto que regulamenta o porte e a posse de armas no país.

Pois é… A realidade que o país enfrenta é a de colapso sanitário, mortes, expansão da doença, não pagamento de auxílio emergencial e tantos outros problemas.

A prioridade do governo é afrouxar pontuação da CNH, a morte de CNPJ’s, o porte e a posse de Armas, contrariar orgãos de saúde mundiais.

O Governo Federal mostra total desleixo, falta de interesse e desprezo pela população.

Está aí, o Governo Bolsonaro é esse. O Bolsonaro do Superpop.

Prioridade não tem “S”, se o tivesse não seria prioridade. (Leandro Karnal)

Renan Aversani

PUBLICIDADE

você pode gostar também
1 comentário
  1. Emilly Xavier Diz

    É triste, pois elegeram uma blogueirinha, isso vale para todos da família Bolsonaro. Mesmo que eu não carregue essa culpa assim como muitos, pagamos por aqueles que passam o pano, que querem defender mesmo com tudo isso atirado no ventilador. Triste.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

dezesseis − 7 =