O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Doria prevê vacinação ainda em dezembro

0

João Doria, prevê inicio da vacinação no estado na segunda quinzena de dezembro.


Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (23), o governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB) apresentou números promissores da fase de testes da Coronavac, vacina contra o Coronavírus desenvolvida pelo laboratório Chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantã.

Segundo a equipe científica do centro de contingência, 94,7% dos mais de 50 mil voluntários testados na China não apresentaram nenhum efeito adverso à vacina.


“Esses resultados comprovam que a Coronavac tem um excelente perfil de segurança e comprova também a manifestação feita pela Organização Mundial da Saúde, indicando a Coronavac como uma das oito mais promissoras vacinas em desenvolvimento no seu estágio final em todo o mundo”

João Dória, governador do Estado de São Paulo

Estudos clínicos comprovam segurança da vacina, revelando efeitos adversos de grau baixo em 5,36% daqueles que foram imunizados.

PUBLICIDADE

Dentre os efeitos observados nas fases de testes, os sintomas mais frequentes nos voluntários foram dores leves no local da aplicação (3,08%), fadiga (1,53%) e febre moderada (0,21%).

Doria comparou as porcentagens e severidade das implicações à da vacina da gripe, já muito conhecida pela população, produzida também pelo Instituto Butantã.


Quanto aos testes no Brasil – mais de 5 mil voluntários, médicos e paramédicos, na terceira fase da pesquisa – Doria complementou “Desde o dia 21 de julho, no Brasil, não tivemos registro de reações adversas graves. Além de segura, ela é altamente eficiente”.

O governador, afirmou que também torce pelo sucesso das outras vacinas que estão sendo testadas.

“Quanto mais vacinas forem aprovadas pela Anvisa, mais brasileiros serão salvos.”

Eficiência de imunização na China


João Doria voltou a citar estudo preliminar na China, com 24 mil voluntários. O governador disse que a resposta imunológica dos idosos submetidos aos testes da vacina ficou entre 98% e 99%, que para ele demonstra a eficácia na imunização das pessoas.


Vacina chegará em breve


Na coletiva realizada no palácio dos bandeirantes, Doria disse também que o primeiro lote de vacina, com cinco milhões de doses, chega ao Instituto Butantã, em outubro.

Doria e coronavac
João Dória e Coronavac / foto: Zanone Fraissat 

A previsão é de que a vacinação comece ainda este ano, na segunda quinzena de dezembro, mas tudo dependerá da finalização da última fase de testes e da aprovação da Anvisa. A aplicação será, incialmente, exclusiva a médicos e paramédicos, profissionais da saúde na linha de frente no combate ao coronavírus.


A previsão, segundo informado é que o Brasil deva receber cerca de 46 milhões de doses até 31 de dezembro. Até 28 de fevereiro, pelo menos 60 milhões de doses devem estar à disposição dos habitantes do Estado de São Paulo.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

2 + quatro =