O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Bonito/MS: quando ir, o que fazer, o que visitar

0

Bonito/MS é famosa pela beleza de seus rios de água transparentes, cachoeiras, grutas e cavernas. Confira as atrações da região.

Polo do ecoturismo no Brasil, Bonito recebeu em 2013 o prêmio de melhor destino de turismo responsável do mundo, o World Responsible Tourism Awards, na Feira World Travel Market, em Londres.

A cidade de Bonito tem atualmente cerca de 21.378 habitante (Fonte: IBGE 2018) e é considerada pequena, com aquele ar pacato e acolhedor característico das cidades do interior. A cidade  está Localizada na região Centro-Oeste do Brasil, entre os municípios de Jardim e Bodoquena, que também são referência em turismo no Mato Grosso do Sul.

Bonito é a cidade mais famosa da região. Juntas, as cidades de  Bonito, Jardim, Bodoquena, Porto Murtinho e Miranda, integram o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, uma área de conservação ambiental localizada na borda do Complexo do Pantanal.

Por isso, levando em conta toda a beleza natural dessa parte do Mato Grosso do Sul, não é atoa que o municipio é o principal destino de Ecoturismo do Brasil.

PUBLICIDADE

A estrutura geológica dessa região é muito rica em calcário, o que provoca grandes extensões de cavidades subterrâneas. Isso faz com o solo funcione como um grande “filtro”, absorvendo muita água, que ressurge completamente transparente e rica nesse mineral proporcionando um belo tom de azul.

O município conta com cerca de 40 atrativos, que possibilitam aos visitantes várias opções de atividades. Os interessados em contemplar as belezas da região podem, por exemplo, visitar as grutas e tomar banho em cachoeiras e rios de águas cristalinas.

Bonito/MS: quando ir, o que fazer, o que visitar
Bonito/MS – imagem reprodução
Imagem reprodução – Bonito/MS

Já os amantes da aventura podem percorrer trilhas no solo ou circuitos nas árvores (arvorismo), descer trechos dos rios fazendo flutuação ou em botes, boias (boia cross), pranchas (stand up paddle surf) ou caiaques infláveis (duck), ou ainda passear de quadriciclo, a cavalo (cavalgada) ou de bicicleta. Para os mais radicais também não faltam opções, como o rapel e os mergulhos em rios e lagoas.

Os atrativos de contemplação, de aventura e de esportes radicais são todos em propriedades particulares, com exceção da gruta do Lago Azul e do Balneário Municipal, que são administrados pela prefeitura. Eles estão localizados a distâncias que variam de 7 a 55 quilômetros da cidade e o acesso é feito por estradas não pavimentadas, mas que estão em bom estado de conservação e são bem sinalizadas.

Na cidade, os visitantes podem conhecer mais sobre os peixes locais visitando o aquário, experimentar em bares e restaurantes pratos regionais feitos a partir da carne de peixe e de jacaré, entender o processo produtivo de uma aguardente que dá nome a um dos mais tradicionais bares da cidade e fazer a degustação de mais de 12 tipos de cachaça e ainda levar para casa amostras da cultura regional nas lojas de venda de artesanato espalhadas pelo centro do município.

Bonito/MS: quando ir, o que fazer, o que visitar
Imagem reprodução
imagem reprodução

Vale a pena conhecer Bonito?

Vale muito a pena conhecer Bonito, cidade exemplo do ecoturismo. Se você quer se admirar com as belezas naturais, Bonito com certeza é o local para você. O que está esperando?

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

16 + 10 =