O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Auxilio Emergencial: Caixa suspende contas

0

Caixa Econômica Federal suspende milhares de contas digitais do auxilio emergencial por suspeita de fraudes. Beneficiários que tiveram suas contas suspensas precisarão procurar agências da Caixa para liberação.

Nesta Terça (21), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou que o banco bloqueou a conta de centenas de milhares de pessoas após identificar fraudes. Dentre o montante de contas aprovadas anteriormente para receber o Auxílio Emergencial, cerca de 5% tiveram o bloqueio pelo banco.

“Com a implementação rápida que tivemos que fazer para distribuir o auxílio lá no começo, sobraram algumas brechas de segurança. Em maio, em uma janela de dez dias, hackers acessaram milhares de contas. Identificamos todas e já corrigimos os problemas, mas pessoas honestas tiveram suas contas bloqueadas porque tivemos que salvar o dinheiro público”

Pedro Guimarães em entrevista para a Infomoney

Embora o problema tenha sido verificado em milhares de contas, ele explicou que ninguém será penalizado por ter sido hackeado, se esse ter sido o problema verificado. Para se ter acesso a conta é simples, basta ir até uma agência da Caixa com o documento em mãos e comprovar ser titular da conta e o dinheiro será liberado.

auxilio emergencial
Imagem reprodução

PUBLICIDADE

Caso o beneficiário não tenha disponibilidade de ir até a agência da Caixa e para evitar filas e aglomerações, essa comprovação de identidade também pode acontecer pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial.

caixa
imagem reprodução

Caso o beneficiário escolha realizar o desbloqueio via aplicativo, Guimarães informou que pode enfrentar uma lentidão no desbloqueio da conta.

“Nosso sistema demora cerca de três minutos nesse processo de liberação, mas temos centenas de pessoas na fila. Pode demorar alguns dias, mas os trabalhadores receberão os valores”

Além das fraudes verificadas, há um grupo de pessoas que, mesmo após ter recebido uma ou mais parcelas, pode ter tido o auxílio bloqueado – nesses casos o bloqueio não há relação com os golpes verificados.

Para esses casos específicos em que a pessoa já recebeu uma ou mais parcelas e teve a conta bloqueada, os bloqueios aconteceram porque a Dataprev e o Ministério da Economia validaram cada nova parcela depositada e fizeram a conferência se o beneficiário realmente continua tendo direito ao auxílio emergencial ou não.

O problema do recebimento indevido por várias pessoas aconteceu principalmente no primeiro lote de aprovados em abril, que englobou cerca de 31 milhões de brasileiros – fora os pagamentos para os mais 19 milhões de brasileiros beneficiários do Bolsa Família.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

16 − 1 =