O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Assistente virtual: sua mais nova amiga

0

Com uma assistente virtual, a ideia de conversar com alguém que te conhece apenas ouvindo sua voz, está se tornando realidade e uma tendência no mundo inteiro. Se você quiser pesquisar algo na internet, tentar resolver algum problema básico, ouvir uma música ou até organizar sua agenda, basta pedir.

Grandes empresas estão cada vez mais focadas, não só em facilitar o acesso aos dados ou dispositivo, mas até mesmo em colocar inteligência artificial para auxiliar em diversos assuntos.

O que é uma assistente virtual?

A opção de apenas falar o que se deseja fazer e um determinado dispositivo tomar ações, não é tão recente. A própria Siri, assistente virtual da Apple, foi “lançada” oficialmente em 2011, no modelo do iphone 4S. Sim, já se passaram quase 10 anos.

PUBLICIDADE

No começo, funcionavam apenas para comandos básicos, ligar para algum contato ou pesquisar algo no navegador. Mas hoje, as assistentes virtuais estão saindo do dispositivo celular e chegando em aparelhos de controle geral, que podem abrir a porta da sua casa, quando você estiver carregando suas compras, por exemplo.

Como funciona?

Basicamente existe a captura da voz ou comando de texto que reconhece a ação à ser tomada e começa a executá-la.

Aqui começa a aventura pela nova tecnologia. Vamos supor que você chega à sua casa, todos os dias às 17h e tem por hábito tomar um café (e eu conheço um bom), certo? Imagina agora que ao entrar pela porta, a água já estará no fogo, ou ainda no período da manhã, já ser informado que seu café está acabando e que você precisa compra-lo antes de chegar do trabalho. Talvez até já tenha recebido links de compras on-line. Incrível, né?

Assistente virtual: sua mais nova amiga
Assistentes virtuais
Figura – Morning Brew on Unsplash

Mas é exatamente isso que está acontecendo hoje. As assistentes virtuais estão criando inteligência, através de algo chamado Machine Learning (falaremos disso numa próxima matéria). Com isso, a cada dia que passa sua assistente está interagindo e criando uma base de dados, para buscar o que fazer antes mesmo de ser solicitada.

E para melhorar, com a velocidade que a tecnologia 5G pode proporcionar, tudo isso ficará mais rápido, sem existir aquele problema de espera e/ou falta de dados.

O valor de uma amizade

É certo que toda tecnologia tem um propósito para existir. Aqui, podemos destacar na existência de uma assistente virtual a redução de custo na interação com clientes. Como?

Quando uma empresa é contatada, quase todas as dúvidas ou solicitações podem ser resolvidas através de uma assistente virtual que com base nas informações enviadas pelo consumidores, toma ações de devolver informações. Em último caso, uma pessoa atende à ligação. Com esse tipo de tecnologia envolvida no atendimento, são necessárias menos pessoas de prontidão para resolver problemas básicos, diminuindo portanto os gastos com quadro de funcionários.

Outra razão, seria a personalização do atendimento, no caso comercial, e sugestões ou praticidades da área residencial, que são especificas de cada família, como o café, citado anteriormente.

Podemos ainda olhar para essa tecnologia de uma maneira mais inclusiva e abrangente. Por exemplo, pessoas que possuem algum tipo de deficiência física, que obteriam um auxílio significativo nas tarefas diárias ao lançarem mãos das assistentes virtuais.

Assistente virtual Alexa
Amazon Echo Dot – aparelho vem com assistente virtual Alexa.

Quais são as assistentes virtuais mais conhecidas?

Hoje, podemos destacar no mercado:

PUBLICIDADE

Siri, da Apple
Google Assistant
Bixby, da Samsung
Alexa, da Amazon

E uma coisa é certa: cada vez mais teremos interações desse tipo em nossos negócios e em nossas residências. Agora basta escolher sua assistente virtual de preferência, criar e personalizar o uso dessa tecnologia da melhor maneira possível e construírem uma grande amizade.

Para acessar mais conteúdos como esse, acesse nossa sessão tecnologia!

Essa matéria foi publicada em parceria com o empresário e engenheiro do ramo tecnológico Wagner Rodrigues, especialista em aplicação de tecnologia na indústria.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

16 − três =