O Jornal Analítico é um projeto profissional independente que busca através das notícias, opiniões e análises criar um senso crítico que amplie a capacidade de entendimento social do leitor. Sempre com a seriedade que o jornalismo profissional necessita. Amplie-se.

-Publicidade-

Acabou a corrupção? PF encontra dinheiro entre as nádegas de vice-líder de Bolsonaro

0

Acabou a corrupção? Parece uma das tiras de José Simão, ou do Sensacionalista, mas não é. Em busca e apreensão a Polícia Federal encontrou dinheiro entre as nádegas de Chico Rodrigues, vice-líder de Bolsonaro no Senado.

De acordo com a Revista Crusoé, em busca e apreensão realizada nesta quarta-feira (14), na casa do Senador Chico Rodrigues (DEM), vice-líder de Bolsonaro no Senado Federal, foram encontrados e apreendidos R$ 30 mil em dinheiro vivo e sujo. Sim, sujo.

Os agentes encontraram cédulas escondidas entre as nádegas do Senador. O instante da apreensão foi registrado por fotos, segundo fontes que participaram do momento. A cena foi de embaraço e constrangimento.

Os agentes perceberam maços de dinheiro na cueca do Senador, e ao verificar encontraram notas escondidas entre as nádegas do vice-líder de Bolsonaro.

Os detalhes são mais grotescos que a própria notícia, algumas cédulas recuperadas das partes do Senador estavam sujas de fezes.

PUBLICIDADE

O senador foi alvo da Operação Desvid-19, que investiga um esquema de desvio de 20 milhões de reais em emendas parlamentares destinadas à Secretaria de Saúde de Roraima. Dinheiro seria para o combate à pandemia de Coronavírus.

Ao todo, sete mandados de busca e apreensão foram cumpridos na Capital de Roraima. O STF autorizou a ação policial, já que entre os alvos estavam políticos da alta cúpula do governo de Bolsonaro e o inquérito corria sob sigilo.

Acabou a corrupção?
Foto reprodução – Rubens Medeiros

Chico Rodrigues é parlamentar contemporâneo de Bolsonaro e está na política a cerca de três décadas. Teve cinco mandados como deputado federal (1991- 2010), época em que conviveu com Bolsonaro.

Em 2018, foi eleito para o cargo de Senador, apoiado por Jair Bolsonaro que aparece em vídeo pedindo votos ao colega durante eleição.

Acabou a corrupção? Chico Rodrigues e Bolsonaro
Cena do vídeo de apoio à Chico Rodrigues

Ao chegar ao Senado Federal, de pronto foi designado por Bolsonaro como vice-líder de seu governo na casa. Chico Rodrigues, chegou a empregar em seu gabinete primo de Carlos Bolsonaro, Leonardo Rodrigues de Jesus, o Léo Índio que recebe salário de R$22,9 mil.

acabou a corrupção?
Léo Índio e Chico Rodrigues segurando retrato de Jair Bolsonaro.

O Senador/Poupança, costuma marcar presença nas habituais reuniões no Planalto e realizar viagens internacionais com o clã Bolsonaro. Em 2019 participou de viagem à Israel, por exemplo.

Nas redes sociais, o Senador afirmou que acredita na “justiça dos homens e na justiça divina”.

“Tive meu lar invadido por apenas ter feito meu papel como parlamentar, trazendo recursos para o combate ao Covid-19 para a saúde do meu estado. Tenho um passado limpo e uma vida decente.

Chico Rodrigues

Logo na semana em que Jair Bolsonaro afirmou categoricamente que acabou com a Lava Jato pois segundo ele “acabou a corrupção”, surge esse grotesco e patético novo episódio da nossa política brasileira.

Parece que nada seria mais caricato que dinheiro na cueca, mas “o governo sem corrupção” de Jair Bolsonaro consegue nos surpreender com suas bizarrices a cada dia. A piada fica por conta de vocês: Isso pode ser considerado lavar ou sujar dinheiro??

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

onze − 7 =